Welcome to F.I.E.L.D.- the First Ismaili Electronic Library and Database. Guests are not required to login during this beta-testing phase

Investigadores portugueses vão beneficiar de acordo com a Comunidade Ismaelita - PM - 2015-06-03

Date: 
Wednesday, 2015, June 3
Location: 
Source: 
sapo.pt/noticias/investigadores-portugueses-vao-beneficiar-de-_556f2e6f82874fc17b6f5471
Portugal.jpg

English Google translation below the text

primeiro-ministro enalteceu hoje o acordo para o estabelecimento da sede global da instituição representativa da Comunidade Ismaelita em Portugal, sublinhando que permitirá estender o apoio desta rede a instituições de investigação portuguesas.
null

"O passo decisivo hoje dado irá permitir o aprofundamento da cooperação, até agora essencialmente focada na área social, passando, com este acordo, o Imamat Ismaili a apoiar também as instituições portuguesas que se dedicam à investigação de excelência nos mais variados domínios do conhecimento", afirmou hoje Pedro Passos Coelho na cerimónia de assinatura do acordo.

Na cerimónia que contou também com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros Rui Machete e do príncipe Aga Khan, o primeiro-ministro afirmou estar certo de que as universidades, centros de investigação e investigadores, "que estão cada vez mais abertos ao mundo e melhor integrados na rede universal do conhecimento, saberão rapidamente, em conjunto com a rede Aga Khan para o desenvolvimento e as suas instituições, tirar amplo partido das oportunidades criadas por este acordo".

"Fiz questão de estar hoje aqui presente, uma vez que se trata de um momento histórico que eleva a um novo patamar a já longa e profícua relação existente entre Portugal e o Imamat Ismaili, refletindo, muito em particular, a importância da comunidade Ismaelita que reside no nosso país e nos países africanos de língua oficial portuguesa", declarou o primeiro-ministro.

O chefe de Governo assinalou também a ação do príncipe Aga Khan na "promoção de um mundo mais tolerante", ressalvando que a emergência do fundamentalismo religioso exige "de todos um esforço adicional para a construção de um mundo mais próspero, justo e tolerante".

"Creio que a escolha de Portugal para albergar a sede global do Imamat Ismaili é também o reconhecimento da partilha desses valores e da capacidade do povo português de promover o diálogo e a tolerância entre povos, culturas e crenças. Aliás, mais do que os aspetos económicos e financeiros que poderão resultar deste acordo, esta escolha vem evidenciar a nossa vocação humanista, a tradição histórica de abertura ao mundo e o cosmopolitismo de Portugal", destacou o primeiro-ministro.

A assinatura do acordo que permite o estabelecimento da sede global do Imamat Ismaili em Portugal decorreu no Palácio das Necessidades, em Lisboa, contou igualmente com a presença do vice-primeiro-ministro Paulo Portas e do ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, Pedro Mota Soares.

Uma nota à imprensa da Rede Aga Khan Para o Desenvolvimento refere que "os Ismailis são uma comunidade Shia etnicamente e linguisticamente diversificada, que reside em vários países do mundo", sendo que Portugal tem uma das maiores concentrações de Muçulmanos Ismailis da Europa.

"O Imamat é a instituição ou gabinete do Imam dos Muçulmanos Shia Ismaili", acrescenta o documento.

FZM/SMA // SMA

Lusa/fim

Translation from Google

Prime Minister today praised the agreement to establish the global headquarters of the representative institution of the Ismaili Community in Portugal, underlining that will extend this network to support Portuguese research institutions.
null

"The decisive step taken today will allow the deepening of cooperation so far mainly focused on social sector, through, with this agreement, the Ismaili Imamat to also support the Portuguese institutions dedicated to research excellence in various fields of knowledge" said today Pedro Passos Coelho in the agreement signing ceremony.

The ceremony also was attended by the Foreign Minister Rui Machete and Prince Aga Khan, the prime minister said he was sure that universities, research centers and researchers, "who are increasingly open to the world and better integrated into the universal network of knowledge, know quickly, together with the Aga Khan Network for Development and its institutions, take ample advantage of the opportunities created by this agreement. "

"I made sure to be here today, since this is a historic moment that raises to a new level the already long and fruitful relationship between Portugal and the Ismaili Imamat, reflecting, most particularly, the importance of the Ismaili community resides in our country and in African Portuguese-speaking countries, "said the prime minister.

The Head of Government also noted the Aga Khan Prince of action in "promoting a more tolerant world," pointing out that the emergence of religious fundamentalism requires "all additional efforts to build a more prosperous world, just and tolerant".

"I think the choice of Portugal to host the global headquarters of the Ismaili Imamat is also recognition of the sharing of values ​​and the ability of the Portuguese people to promote dialogue and tolerance among peoples, cultures and beliefs. In fact, more than aspects economic and financial that may result from this agreement, this choice comes highlight our humanist vocation, the historical tradition of openness and cosmopolitanism of Portugal, "said the Prime Minister.

The signing of the agreement allowing the establishment of the Ismaili Imamat's global headquarters in Portugal took place in the Palace of Needs, in Lisbon, he had also attended by the Deputy Prime Minister Paulo Portas and the Minister of Solidarity, Employment and Social Security, Pedro Mota Soares.

A press release of Aga Khan Network for Development states that "the Ismailis are an ethnically and linguistically diverse Shia community, which lives in countries around the world", with Portugal has one of the highest concentrations of Ismaili Muslims in Europe.

"The Imamat is the institution or office of the Imam of the Shia Ismaili Muslims," ​​adds the document.


Back to top